Suspendam o bloqueio na longa marcha do Baluchistão de Islamabad!

18/02/2014 22:48

Suspendam o bloqueio na longa marcha do Baluchistão de Islamabad!

Secretariado Internacional Tue, 18/02/2014 - 11:52

 

Depois de cobrir milhares de quilômetros a pé, uma marcha de protesto de ativistas do Baluchistão foi parada pelas autoridades e cercada pela polícia do lado de fora da cidade Wazirabad (uma cidade na província de Punjab, a cerca de 100 quilômetros ao norte de Lahore) na segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014.

Atualmente, as autoridades policiais estão ameaçando prender mais de 20 manifestantes da Longa Marcha e apoiadores locais que se juntaram os manifestantes Baloch.

Um pequeno número de pessoas dedicadas está exercendo seu direito democrático de protestar contra as décadas de opressão nacional do povo Baloch, que inclui as centenas de assassinatos e "desaparecimentos" Só na última semana.

Eles fizeram isso em uma questão pública e isto parece ser demais para o "governo democrático" do Paquistão. Esse é o único "crime" do qual esses ativistas são acusados. É por isto que a marcha foi interrompida e os manifestantes estão ameaçados de prisão, antes que eles possam chegar a capital do Paquistão Islamabad. Os manifestantes têm recebido telefonemas ameaçadores dizendo-lhes para voltar ou enfrentar uma dura repressão.

Condenamos esta supressão do direito democrático de protesto pacífico e denunciamos quaisquer detenções ou violência contra manifestantes pela polícia. Exigimos o fim imediato do bloqueio, para que possam continuar.

Convidamos os leitores, em especial os membros de organizações trabalhistas, os partidos socialistas e operários para protestar contra isto via correio ou fax às autoridades paquistanesas. Convocamos também aqueles da região para se juntarem aos manifestantes no local.

 

Presidente da República Islâmica do Paquistão:

www.presidentofpakistan.gov.pk/index.php?lang=en&opc=2&sel=6
 

Ministro do Interior: 
Fax: 009202624 

http://www.interior.gov.pk/gop/index.php?q=aHR0cDovLzE5Mi4xNjguNzAuMTM2L ...
 

Notícias e fundo regular pode ser encontrado no website Comissão Asiática de Direitos Humanos, onde há também relatos sobre o fundo de desaparecimentos e assassinatos no Baluchistão.

 http://www.humanrights.asia/news/ahrc-news/AHRC-STM-032-2014