VIOLÊNCIA POLICIAL. CHEGA DE EXECUÇÕES SUMÁRIAS!

15/08/2014 12:04

Geovane Santos

Dessa vez o caso ocorreu em Salvador (Ba). O jovem Geovane Mascarenhas de Santana, que está desaparecido desde o dia 2 de agosto, foi identificado pelo pai, Sr. Jurandy Santana, na gravação de uma câmara de segurança de um imóvel particular. As imagens da gravação são claras e mostram quando a viatura policial intercepta um motociclista que não fazia o uso do capacete. O jovem desce de sua moto, com as mãos na cabeça e tenta conversar com os policiais. Imediatamente um dos policiais lhe dá um tapa no rosto. Em seguida outro policial chuta sua perna na altura do joelho que faz com que ele fique ajoelhado.

A imagem das gravações mostra um dos policiais tirando a moto da rua, enquanto o rapaz é levado para o camburão.

Até hoje, dia 15 de agosto de 2014, o jovem ainda não foi encontrado e os policiais que foram identificados no vídeo não foram afastados de suas funções nas ruas.

Geovane, pai de uma criança de um ano e sete meses, está desaparecido desde que o fato aconteceu. Seu pai, Sr. Jurandy Santana, está inconformado e disse que irá denunciar ao Ministério Público.

Essa não é a primeira vez que isso acontece no Brasil. Melhor dizendo, infelizmente fatos como esse têm acontecido corriqueiramente em nosso país. Há algumas semanas foi o caso dos três adolescentes no Rio de Janeiro que foram detidos e levados pelos policiais para serem executados em local ermo. Se formos citar os vários casos teremos que fazer uma enorme lista, sem contar aqueles que a imprensa não tem conhecimento, que são considerados como pelos carrascos policiais como “serviço perfeito”.

Nem todos os jovens, negros e pobres são bandidos!

Chega de execuções sumárias!

Pelo fim das polícias!

A polícia que deveria servir para proteger o povo, faz exatamente o contrário, ataca o povo reprimindo violentamente as manifestações, defendendo a todo custo o estado e as instituições burguesas. Essa polícia não pode perdurar. Por isso, para nós a desmilitarização não basta. Precisamos discutir um outro tipo de polícia, controlada pela classe trabalhadora. Exigimos o fim desta polícia, torturadora e assassina de jovens, negros e pobres.

O CASO CONTINUA:

Um corpo foi encontrado na noite de quinta-feira (14), no parque São Bartolomeu, em Salvador e foi confirmado como o do jovem Geovanne Mascarenhas de Santana. A informação foi confirmada pelo Coronel Alfredo Castro, da Polícia Militar. 
A última vez que ele foi visto foi após a abordagem de três policiais, no bairro da Calçada. O corpo foi encontrado decapitado e sem as mãos.


ATÉ QUANDO SEREMOS OBRIGADOS A CONVIVER COM ISSO? A CONVIVER COM ESSA POLÍCIA QUE É UMA HERANÇA DOS APARELHOS REPRESSORES DA DITADURA MILITAR?