Liberdade para Jiand Baloch! Solidariedade com as pessoas desaparecidas em Baloch!

01/12/2018 13:43

Comitê Executivo Internacional, Liga pela Quinta Internacional, Sab, 01/12/2018 - 09:55

 

Às 3 horas da manhã do dia 30 de novembro, Jiand Baloch, um estudante de sociologia na Multan University, foi sequestrado pelos serviços de segurança juntamente com seu pai Abdul Qayyum Baloch e seu irmão de dez anos, Hasnain Baloch. Eles são os últimos acréscimos a uma longa lista de "desaparecimentos" forçados em todo o Paquistão, mas, em particular, no Balochistão. A situação é extremamente preocupante; a tortura de detidos é comum e suas vidas estão seriamente em risco.

Claramente, seus sequestros não são casos individuais. Ao longo de décadas, milhares de babilônios e membros de outras minorias "desapareceram", em outras palavras, foram sequestrados, por se engajarem na luta por seus direitos nacionais e democráticos e contra a discriminação.

O próprio Jiand Baloch é um ativista dos direitos democráticos e estudantis. Ele é aluno de pós-graduação da Universidade Bahauddin Zakariya em Multan, no sul do Punjab, e foi eleito secretário-geral da Organização de Estudantes do Baloch, BSO. Ele se envolveu em numerosas atividades como estudante e ativista democrata, em particular na luta contra a discriminação racial e social de estudantes Baloch e Pashtun em sua universidade, muitos dos quais foram discriminados ou hostilizados pela administração ou por organizações estudantis de direita.

O seu rapto não é apenas dirigido contra o seu ativismo e atividades pacifistas, extraparlamentares, independentes e críticas aos partidos nacionalistas burgueses e à política parlamentar, mas também é dirigido como uma ameaça e um aviso para os outros.

No período atual, os direitos democráticos estão sob ataque permanente no Paquistão - seja contra minorias nacionais como o povo Baloch, blogueiros, jornalistas ou ativistas da mídia. Raptos, desaparecimentos, tortura e assassinato sempre fizeram parte das intensas atividades do estado no país. Dada a crise econômica, a imposição de programas neoliberais impostos pelo FMI, os efeitos do programa Corredor Econômico China Paquistão, CPEC, programa sobre as vidas das pessoas comuns e as tensões entre a China e os EUA, que estão lutando por influência no país, o estado está se tornando cada vez mais autoritário e usa cada vez mais a repressão e a violência.

Nós nos solidarizamos totalmente com Jiand Baloch, sua família e muitos outros que foram submetidos a sequestros forçados tanto no Balochistão quanto em outras províncias do Paquistão. Podemos apenas imaginar os medos e preocupações que suas famílias, seus amigos e companheiros enfrentam. No primeiro dia após o sequestro, os protestos já foram organizados em Quetta, Lahore e outras cidades.

Em Quetta, houve um pacífico protesto de mulheres e crianças no mês passado, organizado por Seema Baloch, após o sequestro de seu irmão, Shabir Baloch e outros ativistas baloquistas. Sua causa também ganhou o apoio de muitos estudantes pashtuns, que enfrentam discriminação semelhante, e o Movimento de Proteção Pashtun, PTM, pediu a seus membros e apoiadores para se juntarem às mobilizações em Quetta, Lahore e outras cidades. O BSO e o próprio Jiand Baloch foram os primeiros a organizar a solidariedade com o povo pashtun, cujos ativistas também foram sequestrados.

Essas são as formas de ações que precisam ser disseminadas e apoiadas em massa por organizações de esquerda, sindicatos, organizações estudantis e outras forças democráticas no país, a fim de se opor ao assédio, sequestros e intimidação. Desta forma, medo e raiva podem ser transformados em ação e se tornar uma força para defender os direitos democráticos de milhões de pessoas. Viva a solidariedade internacional!

Apelamos ao movimento operário internacional, a todas as forças socialistas, comunistas e democráticas, para que se solidarizem com as pessoas desaparecidas e exijam a sua libertação imediata!

 

Primeiras adesões:

  1. CONTEE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino - Coordenador Geral: Gilson Reis

  2. Mandato do Vereador Betão (PT- Juiz de Fora/MG)

  3. SINTECTJFA – Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Comunicação Postal, Telegráfica e Similares de Juiz de Fora e Região - Presidente: João Ricardo Guedes

  4. SINSERPUMA Regional - Sindicato dos Servidores Públicos e Magistério Municipal de Piau e Região - Presidente: Vladimir de Carvalho Loures Mourão

  5. Liga Socialista - Seção brasileira da Liga pela 5ª internacional -  Péricles de Lima